Coleção Pirelli / MASP de Fotografia

Odires Milászho

Spacer
Top
Bottom
Spacer

Mandirituba, PR, 1960

Biografia

Artista autodidata, de 1992 a 1995 compõe desenhos reutilizando superfícies já impressas, retiradas de livros e álbuns. A partir de 1995 passou a utilizar fotografias para compor obras que denominou de Foto Devir. Seu trabalho tem como ponto de partida a apropriação de imagens pré-existentes para manipulá-las com colagens, recortes e procedimentos inventados por ele como a descolagem e escarificação. Em 1997 foi premiado no 5º. Salão Nacional Victor Meirelles promovido pelo Museu de Santa Catarina, e em 1998 recebeu o Prêmio Brasília de Artes Visuais realizado pelo Museu de Arte de Barsília.

Mostras individuais

1995 – Artérias, Limbos e Cidades, Casa de Cultura de Poços de Caldas
1996 – Vou lhe Mostrar como Conseguir Velocidade, Centro Cultural São Paulo
1997 – Bauhausmaschine, A. S. Studio, São Paulo
1998 – Circunavegação da Íris Bruta, Centro Cultural São Paulo
1999 – Caleidoscopia Mínima, Funarte, Rio de Janeiro
2001 – Antecâmera da Máscara, Espaço Paul Mitchell, São Paulo
2002 – Desenhos Polímeros (Artérias, Limbos e Cidades), Instituto Moreira Salles, São Paulo
2002 – A Palidez Iluminada, Galeria Vermelho, São Paulo
2002 – Odires Mlászho, Instituto Moreira Salles, São Paulo
2004 – Fotomontagens Paulistanas, Espaço Nossa Caixa, São Paulo
2006 – O.D.I.R.E.S - Objetos Derivados Intrínsecos Restos Emulsionados ou Saqueados, Galeria Vermelho, São Paulo

Exposições coletivas

1998 – Horizontes Reflexivos, Centro Cultural Light, Rio de Janeiro
1998 – 1ª. Bienal Internacional de Fotografía de Porto Rico, Museo de las Américas, San Juan, Porto Rico
1998 – Linha Imaginária, Museu Metropolitano de Arte de Curitiba
1998 – Guilherme Gadelha e Odires Mlászho, Itaú Cultural, Belo Horizonte
1999 – Tendências da Fotografia Contemporânea, Itaú Cultural Campinas
2000 – 3ª. Bienal Internacional de Fotografia Cidade de Curitiba
2001 – A Antecâmara da Máscara, Rumos Itaú Cultural Artes Visuais, Itaú Cultural, São Paulo
2002 – Emergentes, Kunsthaus Schuster Gelnhausen, Alemanha
2002 – Brasileños Contemporáneos, Centro de Arte Contemporáneo Wifredo Lam, Havana, Cuba
2003 – Arquiteturas Subjetivas, Paço das Artes, São Paulo
2003 – Curator’s ChoiceFrankfurt, Germany , Art Frankfurt,
2003 – Fish Eye Project, Tactilebosch, Cardiff, Reino Unido
2003 – Ordenação e Vertigem, Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo
2005 – O Retrato como Imagem do Mundo, Museu de Arte Moderna de São Paulo
2005 – Prêmio Porto Seguro de Fotografia, Espaço Porto Seguro, São Paulo
2006 – Sem Título, 2006. Comodato Eduardo Brandão e Jan Fjeld, Museu de Arte Moderna de São Paulo
2006 – Urban Scapes, Contemporary Brazilian Art, DNA Gallerie, Berlim - Alemanha
2006 – Veracidade, Museu de Arte Moderna de São Paulo

Versão PDF